VOLTAR

 

Campanha quinzenal

 

A Campanha Quinzenal é uma oficina contínua de evolução espiritual, uma ferramenta preciosa nas ações de crescimento interior, tanto dos trabalhadores da casa, quanto dos freqüentadores.

A cada quinzena, pauta-se um tema para ser “trabalhado” no centro, tanto pelos trabalhadores da casa, quanto pelos freqüentadores.

Nesse período, direcionam-se palestras e estudos (sempre que possível) para o tema que estiver em pauta.

No início da quinzena, afixam-se cartazes relativos ao tema em todas as dependências do centro, principalmente no auditório. Oferecemos mais adiante várias sugestões para os temas e para os cartazes.

Reservam-se os últimos cinco ou dez minutos de todas as reuniões para um bate-papo com os presentes sobre suas tentativas de vivenciar o valor que estiver em pauta naquela quinzena. Isto gera valiosa interação entre todos, além de enriquecedoras trocas de experiências. Também auxilia a gerar memória, o que ajuda as pessoas a sustarem a palavra, o gesto, ou o sentimento que desejam eliminar das próprias atitudes, antes que aconteçam.

Deve-se incentivar sempre todos a se empenharem, o quanto lhes for possível, para vivenciar o valor em pauta, tendo-a sempre no foco das atenções. Suponhamos que o valor da quinzena seja o respeito. Deve-se, então, durante esse período, procurar analisar todas as implicações desse valor, seja do respeito para consigo mesmo, com o outro, com o meio ambiente, a humanidade, lembrando-se também que na próxima reunião haverá um espaço interativo para essas reflexões e para a narração de experiências obtidas.

Quando todos os temas já tiverem sido “trabalhados”, deve-se recomeçar a série, para que sempre a casa esteja envolvida com a vivência de um valor evolutivo.

Um instrumento valioso para fortalecer a Campanha Quinzenal está na criação das reuniões interativas, nas quais o grupo deve refletir sobre o valor que está na pauta da campanha, analisar todas as suas implicações e pensar em meios que ajudem a vivenciá-lo no cotidiano. Mas é preciso que o dirigente dos trabalhos tenha “pulso” e saiba conduzir de tal forma a não permitir que alguém fuja ao tema ou ocupe maior espaço de tempo do que o desejável, incentivando todos a participarem. Certamente deve haver um planejamento adequado para cada reunião.

Para a confecção dos cartazes, sugerimos que o centro solicite ajuda à Mocidade Espírita, caso haja esse grupo na casa, tendo em vista que os jovens gostam muito desse tipo de ação. É também uma forma de integrá-los mais às atividades da casa, sobretudo se forem considerados os próprios ganhos evolutivos que poderão ter ao se envolver com uma campanha como essa. Da mesma forma, os frequentadores da casa podem ser convidados a colaborar.

 

Observe-se que as sugestões apresentadas neste opúsculo têm a característica de tornar a frequência à casa espírita mais prazerosa, menos tediosa, porque uma das queixas dos frequentadores de muitos centros é justamente essa.

Por que alguém procura um centro espírita? A imensa maioria o faz por necessidade, nem que seja aquela de quando se acredita que a frequência ao centro favorece a proteção espiritual, o merecimento, etc. Quando o palestrante é bom, assistir à palestra se torna algo prazeroso, mas os bons palestrantes são poucos para muita demanda. Então, em muitos casos, os frequentadores ficam ali a contar os minutos que faltam para o passe ou a prece final, a ouvir algum companheiro de boa vontade mas de nenhuma habilidade para a oratória, explanando algum tema do Evangelho Segundo o Espiritismo ou de O Livro dos Espíritos.

Ressalte-se também a importância da Campanha Quinzenal num centro espírita, incentivando-se a vivência de determinado valor durante o período estabelecido. Mas é essencial dar contínuo incentivo aos trabalhadores da casa e aos frequentadores, inclusive com lembretes constantes para a vivência do valor que estiver em pauta. Uma estratégia para isso é, na abertura de cada reunião, perguntar aos presentes se têm se lembrado de vivenciar o referido valor. Pode-se também sugerir lembretes individuais, como os apresentados anteriormente no texto Gerando memória.

 

OBSERVAÇÃO: Para facilitar, e como sugestão, foram elaborados 38 cartazes com 9 temas diferentes para a Campanha Quinzenal.

Para ver e "baixar" os CARTAZES, clique AQUI

 

 

 

TEXTOS DOS CARTAZES PARA AS QUINZENAS

 

Quinzena da ORAÇÃO

 

Cartaz 01 – Quem nutre rancor, orgulho, egoísmo, desamor... gera preces em “ondas longas”. Não se elevam.

Humildade, amorosidade, perdão, fé... geram preces em “ondas curtas”... Alcançam faixas mais elevadas.

Vivencie esses e demais valores, para que suas preces possam chegar ao destino.

Cartaz 02 – QUANDO elevas teu espírito a Deus? Quando a situação aperta? De vez em quando? Constantemente?

COMO oras? Para pedir por outros? Para pedir por si e pelos seus? Para agradecer e louvar? Só para fazer contato com o Alto?

Cartaz 03 – Mantenha acesa a chama da esperança e da fé. Eleve o pensamento a Deus, sempre que lembrar.

MAS...

Antes de se dirigir a Ele, em oração, perdoe a todos que o tenham magoado ou ofendido. Só assim, sua oração poderá ser ouvida e obter resposta.

Cartaz 04 – Ore, pedindo a Deus por si mesmo, por seus familiares, seus afetos...

Mas ore também pela humanidade, enviando a todas as pessoas da Terra uma vibração de paz, de amor e de luz.

Quando estiver desalentado, receoso, de “baixo astral”... Mentalize todo o seu ser cercado por uma luz protetora, cuja fonte está no Criador. Sinta-se protegido e forte.

 

Quinzena da AMOROSIDADE

 

Cartaz 01 – Sinta amor por si mesmo, por seu corpo, sua alma, seu espírito.

Sinta amor pela roupa que veste, seja de grife ou de camelô.

Ame tudo que há no seu entorno. Ame seus familiares. Ame a humanidade, tão carente de amor.

Cartaz 02 – Respire fundo... Relaxe. Conecte-se às Forças Cósmicas do AMOR.

Durante um minuto, peça que envolvam a Terra, vibrando amorosidade na intimidade de todos os espíritos, encarnados e desencarnados.

Sempre que dispuser de alguns segundos, repita esse procedimento. É bom para a Terra... É excelente para você.

Cartaz 03 – Pesquisas científicas têm demonstrado a eficiência do amor e do perdão na geração de saúde e bem estar.

Induza seu coração a irradiar afetividade sempre, principalmente para as pessoas desagradáveis e antipáticas. São as que mais necessitam dessa doação.

Cartaz 04 – Se observar que alguém está triste envolva-o em vibrações de conforto e de alegria; se alguém se mostrar nervoso, irritado, envolva numa vibração de calma, de paz. Se alguém lhe parece ser do mal, envie-lhe uma vibração de luz e de amor.

Faça isso e estará desenvolvendo o maior de todos os valores, o AMOR.

 

Quinzena da ALTERIDADE

 

Cartaz 01 – ALTERIDADE é o valor que promove a PAZ. É o respeito que devemos ter pelos outros, por suas crenças, sua maneira de ser, de pensar... E por seus direitos.

A pessoa alteritária aceita a todos como são, respeitando as diferenças e também aprendendo com os que são diferentes. Ninguém é dono da VERDADE.

Cartaz 02 Ao criticar alguém, geramos energia de baixo teor, que adere ao nosso corpo espiritual, predispondo-o a enfermar.. Depois, essa energia alcança a quem criticamos, fortalecendo mais ainda seu lado negativo.

A crítica não construtiva gera responsabilidade cármica para quem a pratica.

Cartaz 03Para um bom convívio é imprescindível haver alteridade, porque ela favorece a pacificação, o bom entendimento (não fingido) entre grupos e pessoas, um relacionamento maduro, fraterno e respeitoso.

Ser alteritário é construir a fraternidade apesar das divergências.

A pessoa alteritária não se acha a dona da verdade.

 

Quinzena do PERDÃO

 

Cartaz 01 – O perdão e o amor geram um campo magnético que fortalece o sistema imunológico, eleva o teor vibratório e nos coloca fora da sintonia e do alcance de vibrações maléficas.

Perdoe sempre, de todo o coração. É bom para a saúde. É fundamental para sua evolução espiritual.

Aquele que não perdoa destrói a ponte sobre a qual ele mesmo deverá passar.

Cartaz 02 – “Perdoa setenta vezes sete.”

Quem perdoa já cresceu no amor. Quem humilde e sinceramente pede perdão, caminha para o mesmo crescimento.

Esquecer o agravo sofrido é difícil porque se trata da memória, mas é importante conseguir diluir a mágoa, a raiva ou o ressentimento, aliviando-se desse fardo tão prejudicial.

Cartaz 03 – Conseguir perdoar é uma bênção tanto para quem recebe como para quem concede. Ao perdoar você se liberta do peso daquilo que o magoou.

Pessoas de difícil convívio nos ajudam a desenvolver paciência, tolerância, perdão, compaixão e compreensão.

Pergunte a si mesmo: e eu, consigo perdoar de coração?

Cartaz 04 – Nenhum ser humano é perfeito. Ora, se somos imperfeitos, temos o direito de errar. Por isso, perdoe também a si mesmo. Não perdoar a si mesmo é carregar um fardo inútil.

Quando alguém se perdoa, aprende também a desculpar, oferecendo a mesma oportunidade ao seu próximo. Errar é humano; perdoar é divino.

 

Quinzena da GRATIDÃO 

 

Cartaz 01 – Ao invés de se lastimar, mude essa atitude de vítima para a de gratidão, agradecendo sempre por tudo que a vida lhe dá.

Só assim vai perceber quantas bênçãos pequenas e grandes você recebe a cada dia.

As pessoas felizes lembram o passado com gratidão, alegram-se com o presente e encaram o futuro sem medo.

Cartaz 02 – Está deprimido, irritado, revoltado?

Sinta amor e gratidão por seu corpo... Por seu espírito. Sinta gratidão e amor pela roupa que veste, pela cadeira onde se senta, pelo chão que pisa e tudo o mais...

Estenda esse sentimento para o seu lar, para seus familiares, para toda a humanidade. Observe como seu estado de espírito melhorou.

Cartaz 03 – Expresse gratidão com palavras e atitudes. Desse modo você passa a perceber as bênçãos recebidas que nem tinha notado. Vai sentir como foi protegido, amparado e ajudado tantas e tantas vezes.

A gratidão eleva a freqüência vibratória. É antídoto para a depressão e para o orgulho. Ao nos sentirmos gratos por tudo, deixamos de nos sentir com direito a tudo.

Cartaz 04 – Devemos agradecer as coisas boas e também as ruins, pois tudo acontece para melhor e tudo segue um plano divino.

As dificuldades devem ser vistas como lições que estamos precisando aprender.

Veja apenas as coisas boas nos outros, para que a bondade e a gratidão cresçam em seu interior.

A gratidão é uma virtude das almas nobres.

 

Quinzena da HUMILDADE

 

Cartaz 01 – Ser humilde NÃO é usar roupas pobres, andar de chinelas ou viver sem conforto.

Humildade não é ser pobre, é ser digno.

Quem é humilde não se compraz com a admiração alheia, nem atribui a si qualquer superioridade.

Seja como o sol que, apesar de toda sua grandeza, se põe e deixa a lua brilhar.

Cartaz 02 – Disse Jesus: “Aprendei de mim que sou manso e humilde de coração, e tereis paz para as vossas almas”. E quando o acusaram, Ele silenciou... Não se ocupou em dizer a última palavra.

E eu? Consigo me calar?

Espíritos evoluídos são modestos e humildes. Arrogância e soberba refletem atraso espiritual.

Cartaz 03 – Se você acredita que já consegue ser humilde, observe suas reações mais íntimas às situações indesejadas, às críticas que sofrer, aos mais diversos conflitos; sua postura real diante de quaisquer ocorrências ou fatos.

Poderá perceber, na maioria dos casos, que a sua reforma interior ainda não alcançou as camadas mais profundas do seu ser.

Cartaz 04 – O maior líder é aquele que reconhece sua pequenez, extrai força de sua humildade e experiência da sua fragilidade.

A humildade é uma coisa estranha. No momento em que achamos que a temos já a perdemos.

Mas cuidado com a falsa humildade. Não queira mostrar uma santidade que ainda não alcançou.

 

Quinzena do EU

 

Cartaz 01 – Fazer caridade, participar de atividades benfeitoras, fazer palestras é

MERECIMENTO.

Evolução espiritual começa de dentro para fora, alicerçada em estados de espírito. Observe sempre o seu “clima interior” e procure mantê-lo:

AFETUOSO, ALTERITÁRIO, HUMILDE e CONTENTE.

Faz do equilíbrio o seu eixo.

Cartaz 02 – Observe seu estado de espírito, se está pesado, carrancudo, irritadiço, preocupado... MUDE ISSO.

Você deve ocupar-se em resolver seus problemas, não a carregá-los nas costas.

Os problemas e dificuldades são lições que estamos precisando aprender. São eles os nossos professores de vida

Cartaz 03 – Ao acordar pela manhã, antes que sua mente se envolva com as tricas do cotidiano, cuide de imprimir em todo o seu ser um estado de espírito leve, prazeroso, afetuoso, em paz e de bem com a vida.

Procure manter essa ambiência interior pelo restante do seu dia. E à noite, antes de dormir, não se esqueça da prece.

Cartaz 04 – Que posso fazer para eliminar qualquer ressentimento ou mágoa que esteja sentindo?

Estou sendo uma presença benéfica nos meus ambientes?

Como tornar-me mais humilde?

Já consigo perdoar de forma incondicional?

Que posso fazer para melhorar o convívio no meu lar ou no meu ambiente de trabalho?

 

Quinzena do CONVÍVIO

Cartaz 01 – Está difícil agüentar “aquela” pessoa? Lembre-se das palavras de Jesus: “Ama teu próximo como a ti mesmo. Pense então “naquela” pessoa e diga mentalmente, de todo o coração: Que você, fulano (a) esteja bem, com saúde, prosperidade e paz. Que Deus o (a) abençoe e o (a) faça feliz”.

Cartaz 02 – Não gaste suas energias em lamentações. Mesmo que sua cruz seja pesada, não assuma postura de vítima da vida, nem fique à beira da estrada a se lamentar, para os passantes terem pena de você. Observe que entre eles muitos carregam cruzes mais pesadas que a sua, usando todas as energias para prosseguir.

Cartaz 03 – Não fique procurando coisas negativas nas pessoas. Procure-as em si mesmo.

Disse Jesus: “Não julgueis, para que não sejais julgados; porque com o juízo com que julgais, sereis julgados; e com a medida com que medis vos medirão a vós.  

E por que vês o argueiro no olho do teu irmão, e não reparas na trave que está no teu olho?”

Ao invés de procurar defeitos nos outros, corrija os seus.  

Cartaz 04 – Imagine que se encontra na presença de Jesus e sinta o Seu amor. Mentalize esse amor irradiando-se de você e envolvendo todos os seus companheiros de atividades espíritas, o centro que frequenta e todo o movimento espírita.

 

Quinzena da PAZ

 

Cartaz 01 – Quando sentir-se irritado, com raiva, respire fundo e relaxe. Repita algumas vezes a palavra PAZ, sentindo a maravilhosa vibração que ela emite.

Deixe essa paz tomar conta de todo o seu íntimo.

Observe o quanto essa escolha lhe foi benéfica.

Cartaz 02 – “Eu vos dou a minha paz, a minha paz vos deixo. Não vo-la dou como o mundo a dá.”

A paz do mundo depende das coisas terrenas. A paz do Mestre de nada depende; é construção interna que demanda tempo, esforço e determinação.

Não procure a paz à sua volta. Ela está dentro de quem a cultiva.

Cartaz 03 – Respire fundo. Relaxe. Não pense, apenas sinta um estado de calma, de profunda paz.

Amplie esse ambiente de paz e envolva nele o seu lar.

Conecte-se às Forças Cósmicas da PAZ e, durante um minuto, peça que envolvam a Terra, vibrando paz na intimidade de todas as pessoas.

Cartaz 04 – Uma das coisas importantes da não violência é que não busca destruir a pessoa, mas transformá-la.

A não violência é uma boa disposição para tudo que vive. É o amor na sua perfeição.

A humanidade não pode libertar-se da violência senão por meio da não-violência.

Comece e termine o dia com uma oração pela PAZ. Que a paz comece por você.

 

 

CARTAZES EXTRAS PARA EXPOSIÇÃO CONTÍNUA

 

Irradiações luminosas para a Terra.

 

Cartaz 01– 1º MOMENTO Eleve o pensamento ao Senhor da Vida, pedindo para envolvê-lo em Sua luz. Em seguida, passe a irradiar essa LUZ para a humanidade, iluminando as mentes e os corações de todos. O 2º MOMENTO é para irradiações de AMOR. O 3º MOMENTO é para irradiações de PAZ.

Repita, sempre que lembrar

Cartaz 02 – Este é um momento muito grave na história da humanidade e você está sendo convidado a colaborar... A gerar luz, de forma intensa e constante para a Terra. Sempre que lembrar, eleve seu pensamento a Deus. Conecte-se às forças cósmicas da LUZ, e comece a irradiar LUZ para a Terra. Depois faz o mesmo com relação ao AMOR e em seguida, à PAZ.

Cartaz 03 – Você está sendo convidado a gerar vibrações luminosas para a humanidade, sempre que lembrar. Repasse essa sugestão a outras pessoas, sempre que tiver oportunidade. Pense em tudo que você já recebeu, desde o seu nascimento até agora.

Quem agora está precisando receber é a Terra.

 

Cartaz – Presença de Deus

 

Respire fundo e relaxe. Volte a atenção para uma luz que brilha na essência mais íntima do seu espírito... É a presença de Deus em você.

Procure sentir a profunda harmonia, o amor e o poder que emanam dessa presença. Tudo em você se transforma em amor, harmonia e paz.

Reative sempre essa conexão.

Perceber a presença de Deus em nós favorece nossa evolução espiritual. 

 

 

OBS.: Muitas vezes um cartaz é bem elaborado, bonito, chama a atenção, mas deve-se ter cuidado, porque o que deve chamar mesmo a atenção é o seu conteúdo. O importante é o CONTEÚDO.